Farmabem

Meningite: O que é, e quais tipos existem? Descubra aqui!

Meningite: O que é, e quais tipos existem? Descubra aqui!
Compartilhar:

Publicado: 03/11/2022

Categorias: Vacina Doenças Saúde

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), por volta de 1 milhão de casos de meningite foram relatados nos últimos 20 anos, e a doença já custou 100.000 vidas.

Mesmo após um diagnóstico imediato e tratamento adequado, entre 5% a 10% dos pacientes ainda sucumbem à doença. A porcentagem de casos que podem terminar em morte sem o devido tratamento é de 50%.

Continue lendo este conteúdo para saber quais são os tipos de meningite, os sintomas e qual o tratamento!


 

O que é meningite?

A meningite, de forma geral, trata-se de uma infecção das meninges, que recobrem o cérebro e a medula espinhal. Essa doença pode ser manifestada por vírus, fungos ou bactérias.

De acordo com o Ministério da Saúde, a meningite pode afetar pessoas de todas as idades, sendo as crianças o grupo de maior risco.

 

Quais tipos de meningite existem?

O tipo de meningite mais frequente no Brasil é a viral, que normalmente não é grave. Enquanto a bacteriana, embora cause quadros mais graves, é um pouco menos comum. 

Neisseria meningitidis é a bactéria mais comum no Brasil que causa meningite. Confira logo abaixo um pouco mais sobre os principais tipos de meningite!

1. Meningite viral

A meningite viral, um tipo de meningite provocada por vírus, tende a ser mais comum no verão e em pessoas com mais de 15 anos. Os enterovírus, como o Coxsackie e o Poliovírus, o vírus Epstein-Barr e o vírus do herpes, sendo uma infecção provocada por este vírus conhecido como meningite herpética, são os principais vírus associados à meningite viral. 

Além disso, em relação a meningite herpética, o vírus é capaz de causar inflamação em diversas áreas do cérebro.

Como é a transmissão?

Ele se espalha por contato próximo, portanto, se o paciente receber o tratamento em casa, é preciso precauções para evitar o contato com outras pessoas.

2. Meningite bacteriana

A meningite por bactérias é mais grave do que a meningite viral. A meningite causada pela bactéria Neisseria meningitidis é conhecida como meningite meningocócica.

Embora seja incomum, tende a afetar crianças e idosos com mais frequência, ainda mais quando existem condições que debilitam o sistema imunológico.

Como é a transmissão?

As bactérias que provocam esse tipo de meningite passam de pessoa para pessoa por meio de gotículas de vias respiratórias, como as secreções do nariz e garganta.

De forma mais rara, a meningite provocada por bactérias menos comuns pode se desenvolver após o consumo de alimentos contaminados. Há situações em que uma pessoa pode carregar a bactéria, mas não apresentar sintomas e ainda espalhá-la para outras pessoas.

3. Meningite fúngica

Sendo mais associada aos fungos Coccidioides sp., Cryptococcus sp, em certos casos, também pode ser resultado de uma infecção por espécies de Candida ou Aspergillus.

Esse tipo mais raro de meningite geralmente afeta pacientes imunossuprimidos, como pacientes com câncer e pessoas com infecções por HIV não controladas. São difíceis de tratar e apresentam alto índice de complicações e sequelas.

Como é a transmissão?

Independente do estágio, esse tipo de meningite não pode passar de uma pessoa para outra.

 

Sintomas da meningite

Os sintomas da meningite provocada por vírus muitas vezes se assemelham aos da gripe e resfriados recorrentes. A doença atinge principalmente crianças, que apresentam:

  • Febre;

  • Dor de cabeça;

  • Rigidez na nuca;

  • Perda de apetite;

  • Irritabilidade.

A meningite causada por bactérias é mais grave e, em pouco tempo, surgem sintomas como:

  • Febre alta;

  • Náuseas;

  • Vômitos;

  • Dores intensas na cabeça e no pescoço;

  • Dificuldade em encaixar o queixo no peito;

  • Manchas vermelhas na pele por todo o corpo.

Este último é um sinal de que a infecção está se espalhando rapidamente pelo sangue e que o risco de infecção generalizada aumentou.

Nos bebês, é possível observar os seguintes sintomas:

  • Moleira tensa ou elevada;

  • Gemido quando tocado;

  • Inquietação com choro agudo;

  • Rigidez corporal com movimentos involuntários, ou corpo “mole”, largado.

Como tratar a meningite?

Depois de passar por uma avaliação médica e fazer testes, um curso de tratamento recomendado será dado com base no agente infeccioso. Como ocorre com outras viroses, não existe um tratamento específico para a meningite viral, que pode ser tratada com medicamentos que tratam apenas os sintomas de dor e febre.

Já a meningite bacteriana mais grave deve ser tratada imediatamente em um hospital.

Como prevenir a meningite?

A meningite tem uma sazonalidade que se caracteriza pela predominância das bactérias no inverno e as virais no verão.

A meningite pode ser evitada tomando precauções de higiene pessoal, como lavar as mãos sempre, evitar compartilhar objetos pessoais e limpar regularmente os espaços comuns.

Fatores ambientais também podem tornar alguém mais suscetível a contrair uma infecção, portanto, é aconselhável manter os espaços ventilados e arejados.

A forma mais eficaz de proteção é a vacinação. Medidas epidemiológicas de detecção precoce de casos, notificação e isolamento de pacientes e contatos que podem receber medicamentos profiláticos também são cruciais e eficazes.

Quais vacinas tomar? 

Existem vacinas disponíveis para prevenir as principais causas bacterianas da meningite. As seguintes vacinas estão disponíveis no Calendário de Vacinação Infantil do Programa Nacional de Vacinação:

  • Vacina meningocócica C (Conjugada): ajuda a proteger contra a doença meningocócica provocada pelo sorogrupo C;

  • Vacina pneumocócica 10-valente (conjugada): ajuda a proteger contra as doenças invasivas provocadas pelo Streptococcus pneumoniae, incluindo meningite;

  • Pentavalente: ajuda a proteger contra as doenças invasivas provocadas pelo Haemophilus influenzae sorotipo B, como meningite, e também contra a difteria, tétano, coqueluche e hepatite B.

Por fim, o que você achou deste conteúdo? Foi útil para você? Conhece alguém que também tenha interesse sobre este assunto tão importante? Não deixe de compartilhar este conteúdo em suas redes sociais e com os amigos!

Newsletter


BLOG MAIS VISTOS


Vitamina feminina: 13 nutrientes essenciais de  menina a mulher

Vitamina feminina: 13 nutrientes essenciais de menina a mulher

Leia Mais
Conheça 14 benefícios de ter uma alimentação saudável!

Conheça 14 benefícios de ter uma alimentação saudável!

Leia Mais
Higiene pessoal masculina: 18 itens que não podem faltar!

Higiene pessoal masculina: 18 itens que não podem faltar!

Leia Mais
Veja 7 dicas para aliviar a cólica! - LEIA

Veja 7 dicas para aliviar a cólica! - LEIA

Leia Mais

SIGA-NOS


Posts relacionados

9 dicas de cuidados com a saúde dos idosos!
9 dicas de cuidados com a saúde dos idosos!

Os cuidados com a saúde dos idosos é o que garante a maior longevidade e qualidade de vida dos mesmos, pensando nisso, confira dicas sobre aqui!

Leia mais
Doença respiratória: Conheça 14 causas e como tratar | Descubra!
Doença respiratória: Conheça 14 causas e como tratar | Descubra!

Ter uma doença respiratória é comum nos dias atuais, mas conhecer suas causas é importante para buscar o tratamento adequado. Saiba mais sobre.

Leia mais
Doenças do fígado: conheça quais os tipos e como tratar!
Doenças do fígado: conheça quais os tipos e como tratar!

Doenças como hepatite e cirrose estão na lista dos males que afetam o fígado, mas existem várias outras. Veja quais são, sintomas e tratamentos.

Leia mais