Farmabem

Câncer de esôfago: descubra os primeiros sintomas e saiba como se proteger

Câncer de esôfago: descubra os primeiros sintomas e saiba como se proteger
Compartilhar:

Publicado: 13/04/2019

Categorias: Novidades

câncer de esôfago é uma lesão maligna que se desenvolve nas células do interior do órgão. O esôfago é responsável por transportar o bolo alimentar da boca até o estômago.

Por se manter assintomático, na maioria dos casos, ele é descoberto por acaso. Este tipo de câncer não gera sinais até ter um tamanho considerável e comprometer atividades comuns, como engolir.

A incidência é maior nos homens em comparação com as mulheres. Pessoas entre os 50 e 70 anos estão mais predispostos. Vale destacar que mesmo que você não se encaixe na faixa etária, seus hábitos podem ser decisivos para o desenvolvimento de algum tipo da doença.

Você pode se interessar por: Conheça os exercícios físicos para idosos mais indicados.

Tipos de câncer de esôfago

Há dois tipos principais:

O primeiro é o Carcinoma Epidermoide Escamoso, que registra mais de 90% dos casos. Ele tem origem nas células escamosas e as causas estão relacionadas ao consumo de álcool em excesso e ao tabagismo; O segundo tipo mais comum é o Adenocarcinoma. Ele surge de células glandulares e está relacionado à doença do refluxo gastroesofágico, à obesidade e ao tabagismo.

Há outros tipos de câncer de esôfago mais raros. São os linfomas, sarcomas, carcinomas de células pequenas e tumores adenoides císticos. Eles diferem em estrutura, localização no órgão, em causas e correspondem a 5% da totalidade dos casos.

Quais os sintomas?

1. Disfagia

É a sensação de comida presa na garganta. A primeira ação, quando isso acontece, é evitar alimentos sólidos, como pão e carne. A pessoa precisa ingerir alimentos mais macios e em porções pequenas. Situação frequente quando o tumor é de tamanho considerável.

2. Dor no peito

Desconforto comum na região do tórax, comumente acompanhado de queimação e azia. Infelizmente esse sintoma é tido como um motivo de pouca preocupação, pois sintomas de má digestão são raramente associados ao câncer.

3. Perda de peso

Decorrente do aumento do metabolismo causado pelo câncer. Em muitos casos, a perda de peso é ocasionada pela dificuldade em ingerir os alimentos, a disfagia.

Outros sintomas comuns são:

  • Rouquidão;
  • Odinofagia (dor ao engolir);
  • Tosse persistente;
  • Vômitos;
  • Soluços;
  • Hemorragia.

Caso você apresente mais de um desses sintomas, não significa exatamente a presença do câncer de esôfago. Porém é importante procurar um médico para a realização de exames. Um especialista nesta área do corpo é quem vai diagnosticar e indicar o tratamento mais adequado.

Como prevenir?

câncer de esôfago é provocado pela mutação no DNA das células do órgão. Elas crescem e se multiplicam desordenadamente, e uma vez acumuladas, dão início ao câncer.

A irritação frequente no esôfago é decisiva para que o DNA se altere. Hábitos que causam essa irritação são fatores de risco que podem estar associados ao desenvolvimento da doença. Portanto, rever hábitos de vida aumenta as chances de se proteger:

  • Não fumar;
  • Beber com moderação;
  • Adotar uma dieta balanceada e rica em fibras;
  • Manter o peso saudável;
  • Praticar exercícios físicos.

Mudando o estilo de vida

Sabemos que alguns vícios são determinantes para prejudicar a saúde. O câncer de esôfago, embora conte com fatores que fogem ao controle, pode ser prevenido ao manter uma vida com hábitos saudáveis.

Estar em dias com o check-up médico conta pontos para um diagnóstico precoce, o que aumenta consideravelmente as chances de cura.

Mesmo sendo silencioso até a fase mais avançada da doença, é preciso ficar atento. Dificuldade ou dor ao engolir, dor no tórax, perda repentina de peso, tosses, soluços persistentes são sintomas que merecem a sua atenção.

Ele acomete pessoas de todos os sexos e faixas etárias. Contudo os homens, com idade entre 50 e 70 anos, formam o grupo com maior incidência deste tipo de câncer.

ATENÇÃO: Os dados contidos neste blog post são de caráter informativo e não substituem a consulta médica. Em caso de dúvida, consulte um especialista.

Sua saúde é seu bem mais valioso. Por isso nos preocupamos em oferecer conteúdo que esclareça suas dúvidas. Leia também: as doenças oportunistas que afetam o organismo com baixa imunidade.

Newsletter


BLOG MAIS VISTOS


Vitamina feminina: 13 nutrientes essenciais de  menina a mulher

Vitamina feminina: 13 nutrientes essenciais de menina a mulher

Leia Mais
Conheça 14 benefícios de ter uma alimentação saudável!

Conheça 14 benefícios de ter uma alimentação saudável!

Leia Mais
Higiene pessoal masculina: 18 itens que não podem faltar!

Higiene pessoal masculina: 18 itens que não podem faltar!

Leia Mais
Veja 7 dicas para aliviar a cólica! - LEIA

Veja 7 dicas para aliviar a cólica! - LEIA

Leia Mais

SIGA-NOS


Posts relacionados

Como as vacinas de rotina nos protegem? Entenda a importância!
Como as vacinas de rotina nos protegem? Entenda a importância!

As vacinas de rotina são importantes para proteger nosso organismo, evitando o surgimento de doenças graves. Veja quais tomar e sua importância.

Leia mais
Covid aumentando você já se vacinou? Veja como está terceira onda!
Covid aumentando você já se vacinou? Veja como está terceira onda!

Uma terceira onda do Covid tem preocupado a população brasileira e a vacinação continua sendo a maior arma para seu combate. Veja sua importância.

Leia mais
Meningite: O que é, e quais tipos existem? Descubra aqui!
Meningite: O que é, e quais tipos existem? Descubra aqui!

A meningite é uma inflamação que pode ter bactérias ou vírus como causa, afetando medula espinhal e cérebro. Conheça os seus tipos e riscos!

Leia mais