foto de Yeda Moreira

Yeda Moreira

Nutricionista

O seu intestino não está funcionando muito bem? Com a alimentação moderna – recheada de alimentos refinados, gorduras, açúcares, muito sódio e baixo consumo de frutas, verduras e fibras – o seu trânsito intestinal pode estar agindo de maneira lenta, causando inchaço, sensação de peso, gases e, consequentemente, mau humor. A seguir, confira a entrevista com a nutricionista do Emporium Roma, Yeda Moreira, com dicas de alimentos que ajudam a boa digestão e não podem faltar na sua dieta diária.

- Explique as funções dos alimentos abaixo, a porção indicada, bem como sua ajuda para o bom funcionamento do intestino.

Ameixa

É recomendada contra a prisão de ventre por seu alto poder laxativo. Consumida em excesso, pode irritar os rins. É rica em vitaminas do Complexo B, que evitam problemas de pele e reumatismo. Além disso, são essenciais ao crescimento e fortalecem o cabelo, evitando sua queda. Por causa de sua alta taxa de fósforo, a ameixa é indicada em casos de fraqueza geral, principalmente quando há debilidade cerebral. Existem mais de 200 variedades de ameixas, todas elas com a composição semelhante. Apresentam, porém, diferenças no conteúdo de açúcares (glicídios) e na estrutura química do corante natural, que determina a cor da casca e da polpa. A porção indicada é 100gr, fornecendo 52 calorias.

Lentilhas

É um pequeno, mas poderoso membro nutricional da família das leguminosas, sendo igualmente uma boa fonte de fibras capazes de baixar o colesterol. Não só ajudam a reduzir o colesterol, como possuem um poder especial de controlar distúrbios de açúcar no sangue devido seu alto teor de fibras, que impede que os níveis de açúcar no sangue aumentem rapidamente após uma refeição. Fornecem uma quantidade excelente de sais minerais importantes, vitaminas e proteínas, tudo praticamente sem gordura, são ricas em fibras alimentares, do tipo solúvel e insolúvel. Em 100 gr de lentilhas é fornecido 107 calorias.

Iogurte

É um alimento derivado do leite fermentado que possui muitos nutrientes, oferecendo benefícios ao organismo e garantindo maior equilíbrio, bem como qualidade de vida. Possui proteínas, acido graxo monoinsaturado e poliinsaturado, carboidratos, fósforo, cálcio, ferro, vitamina A, niacina, riboflavina, tiamina, acido ascórbico, sódio, potássio, age em diversas funções no organismo, trabalha na renovação e construções dos tecidos, auxiliam a produção de anticorpos, enzimas e hormônios, por ser rico em cálcio é essencial na manutenção e formação dos dentes, unhas, ossos e garante mais força aos músculos, combate os radicais livres diminui os efeitos do envelhecimento precoce, reforça o sistema imunológico, tem função essencial no organismo em jovens em desenvolvimento e ainda age no fortalecimento dos fios de cabelo. Os lactobacilos vivos encontrados no iogurte auxiliam na flora intestinal, evitando assim infecções e ainda reforça o sistema digestivo, ajudando a quem sofre com prisão de ventre e intestino preguiçoso. O ideal é consumir 200gr por dia, fornecendo 83 calorias.

Quinoa

Um alimento de alto valor nutricional rico em ferro, fósforo, cálcio, vitaminas B1, B2 e B3. A quinoa pode ser encontrada em forma de grãos, farinha e flocos, além de derivados como barras energéticas. Dentre os benefícios, está a prevenção de câncer de mama, osteoporose e problemas cardíacos, além da melhora da imunidade, da aprendizagem e da memória, controle do colesterol, entre outros. A quinoa é uma alternativa para os celíacos, que sofrem de intolerância a derivados do trigo, pois a quinoa não contém glúten. E o consumo da quinoa prolonga a sensação de saciedade. Em 100gr de quinoa é fornecido 289 de kcal.

Fermento Natural

Melhora a digestão, já que no processo de fermentação algumas moléculas são quebradas, facilitando o trabalho realizado pelo estômago, além de melhorar a absorção de ingredientes. O intestino também se beneficia, pois alimentos fermentados de forma natural equilibram a flora intestinal, além de auxiliarem pessoas que sofrem de intolerância à lactose, ao glúten e têm síndrome do intestino irritável. Em 100 gr do alimento é fornecido uma média de 43 calorias.

Água

A função vital de muitos órgãos depende da quantidade de água no organismo. A água é igualmente importante para a digestão, para regular a temperatura do corpo, para assegurar a saúde dos rins, da bexiga e da próstata e para a absorção de oxigênio pelos pulmões. Atua também como lubrificante nos olhos e entre os ossos e tem fundamental participação na atividade cerebral e no funcionamento do sistema nervoso. O ideal é beber 2 litros de água/dia.

- Quais alimentos não são bem-vindos para a saúde intestinal?

“Fundamental para o funcionamento de todo o organismo, o intestino é a porta de entrada dos nutrientes para o corpo. Você sabia que o simples fato de ir ao banheiro todo dia, não quer dizer que seu intestino é saudável? Por isso, uma alimentação rica em fibras deve fazer parte da rotina diária, tendo em vista que essas fibras, ao serem fermentadas no intestino pelas bactérias, liberam ácidos graxos de cadeia curta, que vão nutrir as células intestinais, colaborando no processo de reparação. Consumir frutas, com casca quando possível, em cada refeição; aumentar consumo de saladas, principalmente de folhas cruas; incluir na alimentação, cereais integrais, como a linhaça e outras; melhorar o consumo de água, no decorrer do dia, e não ingerir líquidos junto com a alimentação; evitar a monotonia alimentar, ou seja, variar ao máximo os grupos de alimentos (carnes, frutas, verduras, etc.) para que se obtenha uma maior variedade de nutrientes e praticar um exercício físico orientado, uma vez que esse exercício colabora para o trânsito intestinal.

- Quais os hábitos que fazem a diferença?

“Você pode adotar medidas simples e fáceis de adaptar ao seu dia a dia, hábitos alimentares adequados proporcionam ao organismo humano condições para uma vida saudável, acrescentando anos com saúde e disposição para os indivíduos que se propõem a ter uma dieta equilibrada x atividade física. Uma alimentação balanceada, contendo equilibradamente frutas, cereais (inclusive integrais), verduras, legumes, carnes e leite, pode contribuir positivamente para a manutenção da saúde do indivíduo. Entretanto, é sempre bom ressaltar que a diversidade dos alimentos é fundamental, pois não existem alimentos completos capazes de fornecer ao organismo toda a gama de nutrientes requeridos para sua manutenção, preservando-lhe a saúde. Então a premissa da boa alimentação está fundamentada, principalmente, na diversificação de alimentos ofertados em quantidades adequadas, o que não significa dizer exagero, pelo contrário, a moderação é imprescindível. Saúde!”

Newsletter


BLOG MAIS VISTOS


Mais um passo rumo ao sucesso

Mais um passo rumo ao sucesso

Leia Mais
Pequenos grandes cuidados

Pequenos grandes cuidados

Leia Mais
Mantendo o brilho e a suavidade dos cabelos tingidos

Mantendo o brilho e a suavidade dos cabelos tingidos

Leia Mais
CAC 2012 – Plantar sonhos para colher um mar de rosas

CAC 2012 – Plantar sonhos para colher um mar de rosas

Leia Mais

CATEGORIAS


Novidades

SIGA-NOS