4 passos para começar uma alimentação vegetariana

4 passos para começar uma alimentação vegetariana
Compartilhar:

Publicado: 25/03/2021

Categorias: Novidades

Respeito aos animais, cuidado com o meio ambiente ou, simplesmente, melhorar a saúde do corpo. Adotar uma alimentação vegetariana pode ter vários motivos. Com essa decisão vem benefícios incríveis tanto para a saúde física quanto mental.

Quer saber como entrar nesse mundo do jeito certo? Continue a leitura do nosso artigo e aprenda em 4 passos como começar uma alimentação vegetariana. Confira!

Você pode se interessar por:

- Boa alimentação: como evitar a obesidade infantil? Saiba mais sobre o assunto neste artigo

Por que ter uma alimentação vegetariana?

Existem diversas razões por trás dessa decisão e todas elas são válidas. Algumas pessoas decidem por uma dieta sem carnes levadas pela compaixão à vida dos animais. Outras, porque querem fazer sua parte na conservação do meio ambiente. E outras mais, estão interessadas em melhorar a sua saúde de modo geral.

Quem pensa que alimentação vegetariana é sinônimo de deficiências nutricionais, fraqueza e folhas sem graça está muito enganado. É possível ter um cardápio saboroso, rico em nutrientes e de quebra ainda evitar doenças.  

Veja agora os passos que separamos para você poder começar com o pé direito.

4 passos para começar uma alimentação vegetariana

Saúde é coisa séria, então subitamente excluir todo um grupo alimentar sem substituí-lo adequadamente é arriscado. 

A carência de nutrientes pode causar doenças, mexer com seus hormônios, metabolismo e qualidade de vida. E para começar uma mudança definitiva e de fácil transição, dá uma olhada no que a gente separou para de você.

1. Pense bem antes de decidir

É preciso ter 100% de certeza antes de começar. Analise os prós e contras de ser vegetariano, quais as opções que você tem em termos de mercados e restaurantes, seu horário livre para cozinhar sua própria refeição.

Também esteja firme com seus ideais e o que espera para a sua vida com isso. Acredite: você vai causar curiosidade nas pessoas e todo tipo de argumento sobre isso. Então estude.

Outro ponto importante a ser pensado é se você está disposto a abrir mão de certos alimentos de consumo comum - e praticamente diário - como churrasco, bacon, ovos e derivados de leite, como coalhada, iogurte e queijos. Caso sinta que esses alimentosnão farão falta, já é meio caminho andado para ser um vegetariano convicto.

2. Consulte um profissional de saúde

Se puder, faça um check-up para avaliar suas condições de saúde. A quantas andam os níveis de colesterol, triglicérides, se as plaquetas e hemácias estão em ordem. O ideal é fazer um exame de bioimpedância para saber seu percentual de gordura acumulada. 

De posse dos resultados, fica mais fácil para um nutricionista ou nutrólogo elaborar um plano alimentar de acordo com as suas necessidades corporais. Uma alimentação vegetariana deve suprir tudo o que seu corpo precisa para viver bem e saudável.

3. Comece aos poucos

A mudança precisa ser gradual, principalmente se você é apegado aos sabores da carne. Existe um movimento chamado Segunda Sem Carne e esta campanha convida as pessoas a substituir a proteína animal pela vegetal ao menos uma vez por semana.

Lembre-se que a decisão em adotar uma alimentação vegetariana deve ser prazerosa, nunca sofrida. Assim, as chances de recaídas são mais difíceis de acontecer.

4. Esteja aberto a novos sabores

Essa é a melhor parte! Um mundo inteiro de sabores espera por você, afinal uma alimentação vegetariana está longe de ser sem graça. As opções de frutas, legumes e verduras, seus diferentes preparos e combinações são inúmeras. 

Se você tem afinidade com a cozinha, essa é a hora de explorar seu potencial. Mas se não tiver, não tem problema. Hoje o acesso aos produtos sem origem animal está mais fácil. Muitas marcas apostam em alimentos substitutos aos derivados de carne sem deixar a desejar no paladar.

Vá ao mercado e à feira e faça o teste. Tire proveito da estação para comprar produtos frescos, mais em conta e variar o cardápio.

Gostou do nosso artigo? Nele, você viu que uma alimentação vegetariana traz excelentes benefícios para o corpo e que é possível obter todos os nutrientes necessários para uma boa saúde.

Newsletter


BLOG MAIS VISTOS


Mais um passo rumo ao sucesso

Mais um passo rumo ao sucesso

Leia Mais
Pequenos grandes cuidados

Pequenos grandes cuidados

Leia Mais
Mantendo o brilho e a suavidade dos cabelos tingidos

Mantendo o brilho e a suavidade dos cabelos tingidos

Leia Mais
Problemas de visão: descubra 3 doenças que mais afetam os idosos

Problemas de visão: descubra 3 doenças que mais afetam os idosos

Leia Mais

SIGA-NOS


Posts relacionados

Conhece a vacina BCG? A marquinha que salva!
Conhece a vacina BCG? A marquinha que salva!

A vacina BCG (Bacilo de Calmette e Guérin) é necessária para prevenir e combater a tuberculose. Veja como funciona, seus efeitos e importância.

Leia mais
Comunicação inclusiva: 5 passos para facilitar a relação com pessoas surdas
Comunicação inclusiva: 5 passos para facilitar a relação com pessoas surdas

Selecionamos alguns comportamentos que podem ajudar a adotar uma comunicação mais inclusiva na hora de se relacionar com pessoas surdas.

Leia mais
Junho Vermelho: Quem Pode Doar Sangue?
Junho Vermelho: Quem Pode Doar Sangue?

Junho Vermelho chegou deixando dúvidas sobre quem pode ou não doar sangue. Confira o que é, importância e quem pode participar dessa campanha.

Leia mais