Emoções à flor da pele: doenças da pele causadas pelo estresse

Emoções à flor da pele: doenças da pele causadas pelo estresse
Compartilhar:

Publicado: 05/02/2015

Categorias: Novidades

Segundo maior órgão do corpo humano, a pele é o que podemos chamar de espelho da alma. O órgão tem relação direta com nossa mente e reflete muito as nossas emoções. Rica em terminações nervosas e dotada de intensa rede de vasos sanguíneos, a pele está tão conectada ao cérebro que sofre os efeitos dos altos e baixos emocionais. Sendo assim, por mais que tenhamos muitos cuidados usando protetor solar diariamente, cosméticos específicos e realizando tratamento estéticos, muitas vezes não conseguimos evitar o ataque de um vilão silencioso, o estresse. “Estresse todo mundo tem, mas quando ele se torna excessivo, quando supera a capacidade de adaptação da pessoa ou quando ele persiste por muito tempo o corpo reage de várias maneiras, tanto atingindo órgãos internos como também a pele e seus anexos”, explica o dermatologista, Simão Pecher.

A comunicação entre mente, sistema nervoso e pele é constante e imediata provocando alterações que, muitas vezes, não são percebidas pelas pessoas ou são consideradas normais, como o suor excessivo diante de uma situação de tensão, por exemplo. Segundo Drº Simão, em outros casos essas alterações podem ser mais severas provocando o sistema imunológico e impulsionando o surgimento de problemas dermatológicos mais sérios. “Situações que agridem o indivíduo num determinado momento da sua vida, como a perda do emprego, o divórcio, doença ou morte de pessoas queridas desencadeiam algum tipo de doença da pele, como a psoríase, vitiligos, dermatite seborreica, acne, entre outros”, destaca.

O tratamento dessas doenças é realizado principalmente com medicamentos prescritos pelo dermatologista ou alergista. Mas dependendo do diagnóstico correto, poderá também utilizar outras terapias como: fototerapia, laser, peelings, entre outros. Mas, o importante é que a pessoa busque adotar hábitos mais saudáveis e encarar a vida de modo positivo. Para Drº Simão, essas são fórmulaseficazes para ter uma pele bonita e afastar o risco de contrair doenças cutâneas. “É muito útil ter uma boa qualidade de vida, cuidando bem de sua saúde, dormir bem, ter uma alimentação saudável, realizar algum tipo de atividade física e ter momentos de prazer”, afirma o médico.

Veja as principais doenças de pele que são agravadas pela ansiedade, tristeza, angústia e outros sentimentos:

Alopécia Areata – Desordem que produz queda de cabelo súbita, deixando falhas em áreas arredondadas do couro cabeludo. CAUSA- Tendência hereditária. É mais comum entre os 20 e os 50 anos, sendo que 70% dos doentes têm o primeiro episódio antes dos 25. Pode ser passageira ou persistente. EMOÇÕES – Um trauma pode dar início à produção de anticorpos contra o folículo piloso. O stress também é desencadeador.

Dermatite seborreica- Inflamação da pele que produz vermelhidão, coceira e descamação nas áreas de maior concentração de glândulas sebáceas no corpo: em torno do nariz, nas sobrancelhas, atrás da orelha, na face e no peito. No couro cabeludo, pode acarretar a incômoda caspa. CAUSAS- Não esclarecidas – Além de maior produção de óleo, suspeita-se do fungo Pityrosporum Ovale. Clima seco e alterações hormonais pioram os surtos. EMOÇÕES- Stress elevado deflagra os episódios. Essa dermatite atinge 18% da população mundial, a maioria entre 18 e 45 anos.

Vitiligo – Distúrbio em que ocorre perda de melanócitos, células que produzem a melanina, pigmento que dá cor à pele. Surgem manchas lisas e esbranquiçadas. CAUSA- Predisposição genética. O próprio sistema de defesa entra em curto e produz anticorpos que destroem essas células. EMOÇÕES- Fatores como a tristeza por perdas (morte ou separação) podem desencadear ou piorar as manifestações da doença.

Acne – Doença inflamatória em que as glândulas sebáceas produzem muito óleo, a ponto de fechar os poros, facilitando o ataque de bactérias. Comparada à acne típica da adolescência, a da mulher adulta provoca espinhas mais inflamadas, doloridas e profundas, sobretudo no queixo, na região da mandíbula e no pescoço. CAUSAS – Hereditariedade, mudança hormonal, calor, cosmético oleoso. Comum entre nós, a acne afeta 56,4% da população. EMOÇÕES – O stress promove uma descarga de cortisol, que estimula a síntese do hormônio masculino e faz a glândula sebácea trabalhar mais.

Psoríase – Inflamação crônica caracterizada por lesões avermelhadas recobertas por escamas esbranquiçadas. Aparecem nos cotovelos, joelhos, no couro cabeludo e nas unhas ou espalhadas pelo corpo. Às vezes ataca as articulações. CAUSAS- A genética tem papel importante. Irritações na pele e a baixa umidade do ar podem ocasionar e complicar as crises, que se instalam quando o ritmo de renovação da pele se acelera devido a alterações nas defesas locais. EMOÇÕES – Pessoas tensas e perfeccionistas são mais sujeitas a desenvolver a doença, desencadeada muitas vezes pelo stress.

Dermatite atópica – Erupções e crostas na face, no couro cabeludo, nas mãos, nos pés, nos braços e nas pernas provocadas por inflamação crônica. A coceira é tão intensa que há risco de a pessoa se ferir e infectar as lesões. Mais comum em portadores de asma e de rinite alérgica. CAUSA- Todos os estudos apontam para a genética. Banho quente e atrito da toalha podem ressecar a pele e provocar lesões. EMOÇÕES- O stress agrava o problema: surgem novas feridas e mais coceira. A dermatite atinge mais de 3,5 milhões de brasileiros.

Newsletter


BLOG MAIS VISTOS


Mais um passo rumo ao sucesso

Mais um passo rumo ao sucesso

Leia Mais
Pequenos grandes cuidados

Pequenos grandes cuidados

Leia Mais
Mantendo o brilho e a suavidade dos cabelos tingidos

Mantendo o brilho e a suavidade dos cabelos tingidos

Leia Mais
15 anos de profissionalismo, segurança e dedicação em Porto Velho

15 anos de profissionalismo, segurança e dedicação em Porto Velho

Leia Mais

CATEGORIAS


Novidades

SIGA-NOS


Posts relacionados

Conheça 6 perigos da automedicação para sua saúde
Conheça 6 perigos da automedicação para sua saúde

Muitas pessoas no cotidiano ao invés de irem ao médico se valem da automedicação. Descubra agora os riscos e perigos desse hábito na sua saúde.

Leia mais
Longevidade: 5 segredos para envelhecer com saúde
Longevidade: 5 segredos para envelhecer com saúde

Para chegar à terceira idade com muita qualidade de vida, leia no post os 5 segredos para envelhecer com saúde.

Leia mais
Problemas de visão: descubra 3 doenças que mais afetam os idosos
Problemas de visão: descubra 3 doenças que mais afetam os idosos

Com o avanço da idade, diversas doenças acabam se manifestando ao longo do tempo. Por isso, o cuidado com a saúde deve ser maior nesse momento.

Leia mais